Caminhamos ao encontro do amor e do desejo. Não buscamos lições, nem a amarga filosofia que se exige da grandeza. Além do sol, dos beijos e dos perfumes selvagens, tudo o mais nos parece fútil. Quando a mim, não procuro estar sozinho nesse lugar. Muitas vezes estive aqui com aqueles que amava, e discernia em seus traços o claro sorriso que neles tomava a face do amor. Deixo a outros a ordem e a medida. Domina-me por completo a grande libertinagem da natureza e do mar.
Normalmente, a comunicação é a chave para um bom relacionamento, mas em alguns casos, manter o silêncio é necessário para evitar quebrar seu relacionamento. Quando o conflito acontece, é melhor ficar calado e deixar todas as coisas passam até que todos você pode ficar calmo. A ação requer sua paciência. Tudo que você precisa o tempo para pensar no assunto novamente. Depois de se certificar de que você deseja corrigir o relacionamento quebrado, você precisa manter o paciente e deixe seu parceiro tempo suficiente para pensar e curar. Isso fará com que seu relacionamento mais forte.

Pergunto-me se terei um pingo de amor-próprio porque amo um homem egocêntrico, narcisista, individualista. Características que so se tornaram evidentes depois de casarmos. Não sou perfeita mas, uma boa parte das falhas vem dele sim. Já me humilhei, já quase supliquei para que resolvessemos as coisas mas, passamos a vida a discutir e quase sempre por coisas tão banais. Ele diz que me ama mas, já não consigo sentir esse amor. Sinto-me sozinha nesta relação. Estou desesperada. Tudo o que eu mais queria era ter um casamento “normal”, ser feliz ao lado desta pessoa e senti-lo feliz ao meu lado. Estamos casados nem ha meio ano…
Diversos motivos podem ser apontados para que um cara deixe de te procurar. A maioria deles está relacionada ao fato de que os homens têm muito medo de compromisso, quase sempre. Mas cada caso é um caso e há outras possíveis razões para ele ter se afastado de você. Algumas dessas razões podem mesmo ser sua culpa, então não custa nada repensar seu comportamento antes de considerar o rapaz um tremendo cafajeste.
O meu último pé na bunda e que foi o protagonista para eu criar o UNIDAS DA FOSSA, aconteceu justamente porque eu e o meu ex-namorado brigávamos DEMAIS. Quando eu fui fazer um diagnóstico dos motivos das brigas, percebi que não tínhamos a menor compatibilidade amorosa. Que eu tentava mudar ele o tempo inteiro, que discutia por pontos da personalidade dele e que não iam mudar. Eu jamais abriria mão do que para mim é importante em um relacionamento, sei que ele não pode mudar a sua essência como pessoa, logo, jamais daríamos certo e não faria sentido nenhum cogitar voltar. Com isso, consegui seguir em frente e virar a página.

Compartilhem as suas inseguranças. Reflita se há vergonha no relacionamento. Você e o seu parceiro podem se envergonhar de algum comportamento, ou um dos dois pode tentar envergonhar o outro em uma briga. Esforce-se ao máximo para manter a humilhação fora do relacionamento. Se houver esse sentimento, fale com o parceiro. A culpa e a vergonha não motivam o comportamento positivo nem incentivam mudanças.[15]


Com todas as informações de como superar o ex e de como você tem sim outra opção ao invés de ficar insistindo em quem escolheu seguir sem você; com o recado dado de que você precisará de muita paciência para essa etapa; e também com a dica do trabalho do mestre em reconquistas, Gabriel Vilela, que desenvolveu o único método científico para despertar o hormônio do amor em um ex-namorado ou um ex-marido e fazê-lo relembrar como era feliz com você (clique aqui se ainda não leu. Pode te ajudar muito e trazer o seu ex de volta muito mais rápido), agora vou dividir coisas que eu mesma fiz para voltar com um ex, outras que não conhecia mas que fazem todo sentido – pois se tivesse realizado-as o resultado teria sido diferente – e também os conselhos dos profissionais de relacionamentos que entendem sobre recomeço de namoros e de casamentos. Vamos lá?
Tente se controlar.[10] Quando você estiver com vontade de explodir, culpar o outro ou cultivar pensamentos negativos, pratique o autocontrole. Encontre maneiras de mitigar as emoções ruins e controlá-las quando elas começarem a surgir. Pratique a consciência plena notando quando seus pensamentos ficam negativos, o que os desencadeia e como você libera essas emoções ruins.[11]

Como já diz o ditado, ninguém nasceu grudado. Se ela quer sair sozinha, qual é o problema? Se ele quer ir ver o jogo de futebol no estádio sem a sua companhia, e daí? Negar a liberdade do outro, falando não apenas de vida amorosa como também de amizade, é o maior veneno para uma relação. A forma mais sincera de estar junto com alguém é querer de fato estar com essa pessoa. Cobranças só fazem com que os encontros tenham uma sensação de obrigação e isso não é nada bom.

Fiquei com uma pessoa por um ano a mais de 15 anos atrás me afastei dele por pensa que ele não gostava de mim pois ele não me assumia como namorada e por estes anos todos não se falávamos ném se viamos pós casei e mudei de cidade ele sempre perguntava por mim para as pessoas que me conhecia depôs te tanto tempo nos voltamos a conversar e ele me disse que gostava de mim e que até hoje pensava em mim e se perguntava porque eu tinha me afastado sem eu dá uma palavra mais agora ele namora e eu só casada mais sinto que a nossa história não acabou hoje quando o vejo com a namorada sinto ciúme e mesmo antes de nós fala já não ia bem o meu casamento e agora que falo com ele estou confusa com meus sentimentos pois sempre fui apaixonada por ele na época já tinha namora meu atual marido antes dele e acabei voltando e logo engravidei da minha primeira filha a qual ele pensava se dele por que assim que me afastei fiquei com meu antigo namora e engravidei ele disse que tinha dúvidas mais que não teve coragem de pergunta pois me afastei o que eu quero disse com tudo isso que as vezes pelo orgulho deixamos de vivir uma grande história de amor sei que a minha pode não termina do jeito que queria mais se vc tem um grande amor tente um pouco mais mais assima de tudo de ame primeiro e assim os outro notará em vc o amor agradeço a vc que leu até o fim!!!!

Eu não tenho fobia com ex, ao menos não com uma ex que tenha sido bem vivida, bem curtida. Fico mais apreensiva em relação àquelas que podem vir a ser casos passageiros, aventurazinhas bobas, mas que podem surpreender. Não temo fantasmas, temo gente bem viva, bem acordada, oferecendo novidades, fantasias. Ex é um direito adquirido. Chegou antes. Tem privilégios. Merece respeito. E se seu grande amor cair nessa armadilha, terminar com você e voltar para o passado, relaxe, não se apavore. Será sua vez de assombrar. A ex agora é você.
Muita gente que quer saber como voltar com o ex, também precisa disso, de tentar pelo menos uma última vez antes de jogar tudo para o ar. E se você é uma delas, eu te entendo. Eu realmente entendo demais como a frustração de lutar por um relacionamento e ver ele acabar, mata por dentro. Não me arrependo de jeito nenhum de ter voltado com esses ex. Foi muito importante para aquela história, aquele momento e aquele ciclo.

Você achava que ele estava morto e enterrado, mas que nada, o fantasma ainda assombra. Manda e-mails pro seu amor, telefona de vez em quando, surge nos mesmos lugares em que vocês estão. Uma praga. Vocês construíram uma relação supersólida, está tudo indo mais do que bem, não há motivo para desconfiança ou insegurança. Mas até quando? O ser humano é saudosista por natureza. De repente, num momento de carência, você pode não estar por perto e o seu amor se deixar levar por uma sessão nostalgia. Quem garante que não?
Passem algum tempo restabelecendo a conexão. Quando começamos a namorar, passamos muitas horas conversando com a outra pessoa e descobrindo do que ela gosta — nós falamos sobre medos, interesses, coisas que amamos e coisas que detestamos. Porém, nos relacionamentos de longa data, esses diálogos podem desaparecer completamente. Nesse caso, você precisará fazer um esforço consciente para reservar tempo para conversar com a pessoa amada diariamente, reconstruindo o vínculo. Todos os dias, separe um momento a dois para ter conversas mais profundas, indo além dos problemas cotidianos.[22]
Ela decidiu se afastar de você, não te procurar, nem se quer sorrir pra você. Tomou essa decisão porque não se sentia mais importante pra você. E claro, está sendo difícil, ela está enfrentando uma guerra interna contra si mesma. Mas não pode voltar atrás, não dá pra ficar se iludindo de que isso seria importante pra você, ou mudaria sua vida te fazendo um pouco mais feliz. Ela se afastou e você nem sequer notou, se importou ou à procurou. Com certeza ela tomou à decisão certa, mesmo sendo um pouco difícil, ela vai viver assim. Ela se importou demais; e mesmo que ainda se importa um pouco, isso não é e nunca seré suficiente pra você. Toda a preocupação, todo esforço, toda corrida que ela sempre fez pra te ver, nada, N-A-DA que ela fez bastou pra você. Ela se queria atenção e carinho sem ter que pedir ou implorar. Por isso que agora ela segue em frente com a vida dela. Porque pra ela, você

A cada dia que passa, mais e mais pessoas conseguem reconquistar um amor que já era considerado perdido, que pensavam que sua situação já não tinha mais solução, no entanto essas pessoas são surpreendidas do quão longe puderam e podem chegar seguindo os simples conselhos e estratégias tão fácies de serem aplicadas que estão em nosso artigo gratuito "Os melhores conselhos para reconquistar seu/sua ex". Naturalmente também existem homens e mulheres que não conseguem reconquistar o amor do(a) ex, mas, curiosamente, e de acordo com estudos, são pessoas que nunca tentaram levando o tema a sério e provavelmente nunca quiseram realmente tentar.

Quando foi embora eu chorei, chorei muito, chorei pra caralho. Achei q minha vida tinha acabado naquele momento, eu me vi dentro de uma caixa escura, sem nenhuma brecha por onde eu poderia escapar, sentir-me afogando dentro de uma caixa pequena com uma tampa com um peso incalculável. Tentei me imaginar sendo feliz sem você e só o q eu via, era eu não conseguindo me prender a mais ninguém, e me via implorando para te ter de volta. Mais aquele sentimento de angustia foi ficando, mais e mais forte até que eu adormeci, no começo achei que não adiantava de nada esse sono repentino, por que até lá esse sentimento me acompanhou. Mas a diferença veio quando eu despertei  com a sensação de que nada havia acontecido, com a mente leve, respiração calma e limpa. Dai apaguei tudo que me fazia lembrar de você, apaguei contato, fotos, musicas, mensagens, te bloquiei, no momento não pensei em nada, só fiz o q meu coração pedia, levantei lavei o rosto e me olhei no espelho e disse a mim mesma: - você nasceu com ele? Você sobrevive de que? De amor? Respira amor? Quando você não conhecia ele você não vivia bem? Então vai morrer agora porque? Dai vi que a dor da sua ausência não me acrescentava mais, q sua ausência não influenciava mais no meu humor. Então eu resolver te desbloquear, pq sua felicidade já não me incomodava mais. Dai eu decidir fazer de mim mesma a minha própria felicidade, e pronto to fazendo isso até hoje! Sinto sua falta? Sim, sinto muito, ainda doi quando me lembro de você, mais sabe como me lembro de você hoje? Lembro de você como uma coisa que foi muuuito boa… Sabe aquela vontade de conversar contigo toda noite? Pois é, ela aparece todos os dias, mas eu vi que Deus não dar a ninguém nenhuma dor que possamos aguentar, e que nenhuma dor dura para sempre, e sim tempo suficiente para que aprendemos a crescer sozinhos..


Então, digamos que o jogo do texto é uma menina. Nós dois estamos fazendo mensagens bastante frequentes. Eventualmente, chego a um ponto na conversa onde encontro uma série de mensagens de texto que satisfazem todas as três características das quais acabei de falar. É neste ponto que eu deveria terminar a conversa porque aquela garota ficaria querendo mais.
Desde que consegui finalmente encontrar o caminho para a cura dessas feridas do passado, e também desde que aprendi a fazer as pazes comigo, me amar, me aceitar, ser feliz sozinha e não me dedicar mais a amores fracassados, eu senti que precisava dividir isso com outras mulheres que pudessem estar vivendo o mesmo. Eu percebi que tinha que conversar e ajudar quem, assim como eu, já se humilhou por alguém, já deixou de levantar da cama depois de um pé na bunda ou passou horas e horas stalkeando as redes sociais de um ex como se a autodestruição fosse a única saída para tanta dor.
A correria da vida cotidiana muitas vezes é a grande responsável pelos problemas dos relacionamentos. Allen Wagner, terapeuta conjugal e familiar, aconselha: "Frequentemente, quando o casal começa a construir uma vida a dois, a conexão é difícil. Vocês se desdobram para cuidar da casa, da carreira e, muitas vezes, dos filhos — nesse último caso, há também a escola, as roupas das crianças, as atividades extracurriculares, as festas de aniversário, e muitas outras responsabilidades para ocupar a cabeça dos parceiros. Para completar, você também tenta cuidar da pessoa amada e de si mesmo, e lidar com tantos afazeres exige muita organização. Lembrem-se de sempre encorajar o esforço um do outro e de reservar tempo a dois, fazendo planos, sonhando e se concentrando juntos no futuro."
×