Porém, se você não procurá-lo e não mostrar interesse em saber sobre o que ele está fazendo, a atitude pode causar um efeito contrário: ele fica intrigado e quer saber se você está chorando as pitangas ou se já esqueceu. Você não precisa se afastar para sempre, mas pelo menos no primeiro mês, tire um tempo para si. Não procure ele, não tente saber da vida dele e, se encontrar um amigo em comum, finja que está tudo bem. As notícias vão chegar para ele e a reação será pensar mais em você e se perguntar se tomou a decisão certa.
Além disso, por experiência própria, posso garantir: eu só voltei com ex-namorados quando eles não se sentiam totalmente donos da situação. Quando eu ficava me humilhando, ligando e até indo de surpresa na casa deles – pasmem, eu já fui assim. Já fui a inconveniente que vai na portaria da pessoa e fica lá implorando afeto, mesmo sem ela querer me receber – ele fugia mais e mais. Quando eu sumia, por pior que eu estivesse, o mistério e a hipótese de ter me perdido de vez despertava hormônios que acabavam atraindo-a.
Vamos falar sobre rejeição amorosa? Você sabia que o sentimento de rejeição se assemelha ao da dor física? Pois é. Estudiosos afirmam que ambos ativam, inclusive, as mesmas áreas do cérebro. A sensação é uma das mais dolorosas e difíceis de lidar justamente porque quando alguém é ‘rejeitado’, se sente com menos valia e a pior pessoa do mundo, e assim a sua autoestima vai ladeira a baixo. Digo isso por ter vivido e me sentido exatamente dessa forma. Durante meus estudos de autoconhecimento e aplicando técnicas de cura em mim mesma, descobri diversos caminhos para entendê-la e recuperar o meu amor próprio e divido
Eu sei que depois que você terminou ou se separou, parece que ficou ainda mais apaixonada por ele(a), acertei? Já expliquei porque isso acontece e o que fazer, é só clicar aqui. Você verá que eu sofri do mesmo mal 7 vezes. Sim, todas as vezes que eu rompia um namoro, eu começava a amar os meus ex mais do que tudo. Hoje sei que nossa mente, mente. Conheço os alertas do coração, do ego e do medo da solidão, e não caio mais nas armadilhas da minha própria cabeça.
Foram 40 dias intensos … Não nós deixamos de falar nem um dia .A gente é bem parecido e gostamos das msm coisas e nos encaixamos perfeitamente . E depois disso o tempo . Pq ele ainda não tava pronto …não existiu cobranças da minha parte até pq eu nem pensava em namoro ,tava só curtindo msm os momentos porem ele disse que precisa mudar . Que pensa no que os outros vão falar …enfim . Só que eu não consigo e nem quero esperar . Não acho que isso seja o certo vc esperar por uma pessoa que pode não voltar . Poxa se vc gosta vc deixa !? Difícil aceitar essa situação . Deixei ele ir na boa …não quiz mais contato .

Expresse seus sentimentos. Livre-se do hábito de culpar o outro por tudo, o que pode deixá-lo na defensiva. É diferente falar: “Estou muito chateado por não ter visto você na festa ontem” e “Por que você não foi na festa ontem? Onde você se meteu?” Em vez de colocar o foco na outra pessoa, concentre-se em você. Seja dono dos seus sentimentos e expresse-os com honestidade na conversa. Pode parecer mais natural culpar ou acusar o outro, mas mantenha o foco em você e nos seus sentimentos.[9]
Assuma a responsabilidade. Reconheça sua contribuição para a discussão. Admita que você acusou o parceiro, disse algo ruim ou falou algo antes de saber de toda a situação. Admita se você se fechou emocionalmente, se está sem energia, se está descontando o estresse no outro ou não se importando com ele. Seja responsável pelas suas palavras e ações sem envolver a culpa.[6]
Desculpe se você é um cara e está lendo isso, mas é verdade. Quero dizer, eu não deveria agrupar todos os homens sob uma categoria porque alguns homens têm razões diferentes para se afastar, mas essa é a única racionalização que faz sentido para mim. Ou é isso ou eu sou louca. E antes de continuarmos eu gostaria de dizer que estou bem, oh sim, estou muito bem!
O Gabriel Vilela, que como eu disse, criou um método revolucionário mundo a fora de como reconquistar um ex, afirma que sim. E se você quer aprender com quem realmente pode te ajudar a voltar com o ex, CLIQUE AQUI porque ele já fez mais de 60 leitoras do UNIDAS DA FOSSA a recomeçarem com seus ex. Você pode ver os comentários positivos delas e as resenhas lá no nosso grupo do Facebook ou nos comentários dos vídeos no Youtube.
Se você cometer um erro, você não deve dar desculpas, culpar seu parceiro. Assumir a responsabilidade por seus erros é uma ação necessária e importante entre as maneiras de como consertar um relacionamento que está quebrado. Ao fixar um relacionamento quebrado, você também precisa renovar o compromisso, bem como dar novas soluções ou decisões para o seu parceiro. O compromisso pode ajudar o seu relacionamento se torna melhor. A coisa mais importante é conhecer os erros na peça e, desde então, comprometer-se a mudar no futuro.
Normalmente, a comunicação é a chave para um bom relacionamento, mas em alguns casos, manter o silêncio é necessário para evitar quebrar seu relacionamento. Quando o conflito acontece, é melhor ficar calado e deixar todas as coisas passam até que todos você pode ficar calmo. A ação requer sua paciência. Tudo que você precisa o tempo para pensar no assunto novamente. Depois de se certificar de que você deseja corrigir o relacionamento quebrado, você precisa manter o paciente e deixe seu parceiro tempo suficiente para pensar e curar. Isso fará com que seu relacionamento mais forte.
Éramos como carne e unha, um não vivia sem o outro. Era a amizade mais perfeita que existia, fechavam em tudo, nos momentos bons e ruins. Mas com o tempo você foi mudando, Assim como as estações e você foi de primavera ao inverno , num piscar de olhos…  Você se afastou de uma forma que eu nunca imaginei e apesar de tudo isso me machucava , doía ver você indo e não poder fazer nada  e aquilo tudo me sufocava me dava vontade de correr, gritar e implorar pra você ficar, mas como você mesmo sabe  eu sou orgulhoso, e nunca fui de correr atrás de ninguém  por mais que tudo isso estava acabando comigo. 
Autocontrole é tudo. Você só conseguirá modificar um comportamento recorrente quando estiver completamente convencida do quanto ele é nocivo. Na verdade esses comportamentos costumam ser indício de problemas mais profundos, que devem ser trabalhados a longo prazo. Para começar, deixe que o cara sinta sua falta. Saudade é bom e permite que o relacionamento se desenvolva de uma forma mais natural e saudável, para os dois lados. Se, por fim, você perceber que não consegue mesmo cuidar disso sozinha, que tal procurar a ajuda de um profissional, como um psicólogo, por exemplo?

A correria da vida cotidiana muitas vezes é a grande responsável pelos problemas dos relacionamentos. Allen Wagner, terapeuta conjugal e familiar, aconselha: "Frequentemente, quando o casal começa a construir uma vida a dois, a conexão é difícil. Vocês se desdobram para cuidar da casa, da carreira e, muitas vezes, dos filhos — nesse último caso, há também a escola, as roupas das crianças, as atividades extracurriculares, as festas de aniversário, e muitas outras responsabilidades para ocupar a cabeça dos parceiros. Para completar, você também tenta cuidar da pessoa amada e de si mesmo, e lidar com tantos afazeres exige muita organização. Lembrem-se de sempre encorajar o esforço um do outro e de reservar tempo a dois, fazendo planos, sonhando e se concentrando juntos no futuro."
×