Saudade não é ex, tampouco amor. Mas a vida da qual abrimos mão por um sonho (ou por um erro) é passado. E de escolhas e de perdas é feita a nossa história. Não há nada que se possa fazer a não ser carregar por um tempo um peso sufocante de impotência: eu escolhi que aquele fosse o último abraço. Agora é outra que se perde em ombros tão largos, tomara que ela não se perca tanto ao ponto de um dia não enxergar o quanto aquele abraço é o lado bom da vida. Da vida que te desemprega mesmo depois de tantas noites em claro e de tantos beirutes indigestos. Da vida que te abre uma porta que você jura ser a certa mas quando resolve entrar descobre duas crianças brincando na sala e uma mulher esperando no quarto. Da vida que te confunde tanto que você quer se afastar de tudo para entendê-la de fora. Da vida que te humilha tanto que você quer se ajoelhar numa igreja. Da vida que te emociona tanto que você não quer pensar. Da vida que te engana. Aquele abraço era o lado bom da vida, mas para valorizá-lo eu precisava viver. E que irônico: pra viver eu precisava perdê- lo. Se fosse uma comédia-romântica-americana, a gente se encontraria daqui a um tempo e eu diria a ele, que mesmo depois de ter conhecido homens que não gritavam quando eu acendia a luz do quarto, não amavam os amigos acima de, não espirravam de uma maneira a deixar um fio de meleca pendurado no nariz, não usavam cueca rosa, não cantavam tão mal e tampouco cismavam de imitar o Led Zeppelin, não tinham a mania de aumentar o rádio quando eu estava falando, não ligavam se eu confundisse italiano com espanhol e argentino, nomes de capitais, movimentos artísticos, datas de revoluções e nomes de queijo, era ele que eu amava, era ele que eu queria.
olá boa noite, eu estou a 5 meses separada do meu ex namorado. e sinto muita falta dele gostaria de reconquista-lo e tentar novamente. tenho sofrido muito e gostaria de algum material que me ajudasse realmente e que eu conseguisse pelo menos contato com ele. por favor se alguem pudesse me ajudar eu estou precisando muito, e meu sofrimento só aumentado…
Ao invés dele lembrar do que fez vocês romperem, pensará no que está perdendo, olhará você de outra forma e resgatará inconscientemente os motivos que fizeram ele se apaixonar por ti no passado. E essa é a chave de como voltar com o ex: ressignificar como ele se lembra de ti – as brigas, tristezas, confusões, falta de atração e de química – para poder trazer à tona o que ele admirava e via em você antes de tudo.
Caminhamos ao encontro do amor e do desejo. Não buscamos lições, nem a amarga filosofia que se exige da grandeza. Além do sol, dos beijos e dos perfumes selvagens, tudo o mais nos parece fútil. Quando a mim, não procuro estar sozinho nesse lugar. Muitas vezes estive aqui com aqueles que amava, e discernia em seus traços o claro sorriso que neles tomava a face do amor. Deixo a outros a ordem e a medida. Domina-me por completo a grande libertinagem da natureza e do mar.
Assuma a responsabilidade. Reconheça sua contribuição para a discussão. Admita que você acusou o parceiro, disse algo ruim ou falou algo antes de saber de toda a situação. Admita se você se fechou emocionalmente, se está sem energia, se está descontando o estresse no outro ou não se importando com ele. Seja responsável pelas suas palavras e ações sem envolver a culpa.[6] 

conversa honesta é também um dos passos sobre como corrigir um relacionamento que está quebrado. Depois de refletir sobre o seu relacionamento, é necessário para tanto de você para discutir os problemas em seu relacionamento quebrado. O importante é focalizando os sentimentos que o seu parceiro e você está sofrendo em vez de criticar os erros. Mostrar o seu parceiro que você está disposto a ouvir o seu sentimento sobre o assunto. E você também deve expressar seu sentimento também. Ambos você pode entender um ao outro e evitar repetir esse erro.
Você achava que ele estava morto e enterrado, mas que nada, o fantasma ainda assombra. Manda e-mails pro seu amor, telefona de vez em quando, surge nos mesmos lugares em que vocês estão. Uma praga. Vocês construíram uma relação supersólida, está tudo indo mais do que bem, não há motivo para desconfiança ou insegurança. Mas até quando? O ser humano é saudosista por natureza. De repente, num momento de carência, você pode não estar por perto e o seu amor se deixar levar por uma sessão nostalgia. Quem garante que não?
Eu não tenho fobia com ex, ao menos não com uma ex que tenha sido bem vivida, bem curtida. Fico mais apreensiva em relação àquelas que podem vir a ser casos passageiros, aventurazinhas bobas, mas que podem surpreender. Não temo fantasmas, temo gente bem viva, bem acordada, oferecendo novidades, fantasias. Ex é um direito adquirido. Chegou antes. Tem privilégios. Merece respeito. E se seu grande amor cair nessa armadilha, terminar com você e voltar para o passado, relaxe, não se apavore. Será sua vez de assombrar. A ex agora é você.
Acho que as pessoas que estou encontrando agora são mais abertas, carinhosas e sinceras comigo. Provavelmente a vida é mais sobre compartilhar verdade e valores do que ser reservada. É bom que nós terminamos. Estou feliz que terminou mais cedo melhor. Espero que você encontre alguém para você. Eu tenho respeito por você, mas não tenho confiança para você. Seu silêncio me provou que você não é digno o suficiente para ser olhado para cima. Seu bloqueio me mostrou sua felicidade em ver as pessoas sofrerem. Seus dois lados me mostraram como um vegetariano pode ser gentil com os animais, mas ainda mata outro ser humano.
A insistência é o nosso esforço, a desistência é o nosso prêmio. A este só se chega quando experimentou o poder de construir, e, apesar do gosto de poder, prefere-se a desistência. A desistência tem que ser uma escolha. Desistir é a escolha mais sagrada de uma vida. Desistir é o verdadeiro instante humano. E só está é a glória própria de minha condição. A desistência é uma revelação.
Você achava que ele estava morto e enterrado, mas que nada, o fantasma ainda assombra. Manda e-mails pro seu amor, telefona de vez em quando, surge nos mesmos lugares em que vocês estão. Uma praga. Vocês construíram uma relação supersólida, está tudo indo mais do que bem, não há motivo para desconfiança ou insegurança. Mas até quando? O ser humano é saudosista por natureza. De repente, num momento de carência, você pode não estar por perto e o seu amor se deixar levar por uma sessão nostalgia. Quem garante que não? 

Assim, a primeira conversa cumpre a sua missão. Curta, tranquila e você à frente de começar e terminar o papo. Após isso, poderá voltar a falar com e novamente em alguns dias caso ele te procure, e sempre seguindo essa mesma linha um diálogo curto, feliz e que você seja a última a enviar algo, certo? Não vá meter os pés pelas mãos bem agora que você chegou até aqui, tá?


Vingança é uma arte, o refinamento da carência. Quem procura se vingar do ex ou da ex, na verdade, não cansou de brigar. Não terminou de argumentar. Vingança é discutir o relacionamento sozinho, é discutir o relacionamento à distância, é dedicar o dia inteiro, às vezes a vida inteira, a arquitetar uma forma de chamar a atenção do amante que negou o ouvido.

Se você cometer um erro, você não deve dar desculpas, culpar seu parceiro. Assumir a responsabilidade por seus erros é uma ação necessária e importante entre as maneiras de como consertar um relacionamento que está quebrado. Ao fixar um relacionamento quebrado, você também precisa renovar o compromisso, bem como dar novas soluções ou decisões para o seu parceiro. O compromisso pode ajudar o seu relacionamento se torna melhor. A coisa mais importante é conhecer os erros na peça e, desde então, comprometer-se a mudar no futuro.


Você deve ter percebido que aqui no UNIDAS DA FOSSA tem muito conteúdo para superar o ex e seguir em frente, né? Se precisar, você também pode conversar comigo. Quer bater um papo? Inscreva-se aqui em “Consultoria Amorosa”, apoie o UNIDAS para que ele não acabe e nem morra – já que não temos nenhuma ajuda de propaganda e publicidade – e desabafe comigo. Você vai esquecer ele rapidinho. Juntas somos mais fortes.
Ela decidiu se afastar de você, não te procurar, nem se quer sorrir pra você. Tomou essa decisão porque não se sentia mais importante pra você. E claro, está sendo difícil, ela está enfrentando uma guerra interna contra si mesma. Mas não pode voltar atrás, não dá pra ficar se iludindo de que isso seria importante pra você, ou mudaria sua vida te fazendo um pouco mais feliz. Ela se afastou e você nem sequer notou, se importou ou à procurou. Com certeza ela tomou à decisão certa, mesmo sendo um pouco difícil, ela vai viver assim. Ela se importou demais; e mesmo que ainda se importa um pouco, isso não é e nunca seré suficiente pra você. Toda a preocupação, todo esforço, toda corrida que ela sempre fez pra te ver, nada, N-A-DA que ela fez bastou pra você. Ela se queria atenção e carinho sem ter que pedir ou implorar. Por isso que agora ela segue em frente com a vida dela. Porque pra ela, você
×