Por que eu ainda gosto de você? Porque isso ainda, eu não aguento sofrer por vc ainda! Dói quando lembro de você 💔 dói quando estou com o outro e lembro de você, por que eu não te esqueço? Porque você ainda está comigo na minha mente, onde estou lembrando de você, ouço seu nome em algum lugar, já saio procurando. 😢 por favor, me ajuda a te esquecer, não posso mais ter você comigo na minha mente, não posso falhar mais com recaídas achando desculpas para te mandar mensagem, para ouvir a tua voz, por favor. Eu não aguento mais essa barra 💔 eu ainda te amo, mas você não ajudou e chegou ao fim o nosso amor junto, mas eu não te esqueço porque ainda te amo.
A sua falta tem me consumido e vem acabando com tudo de bonito que existe dentro de mim. As lembranças são tudo o que eu tenho de você, e isso não é o suficiente para me fazer seguir em frente. Não era para ser assim, era para você estar aqui. E eu sei que a saudade tem afetado você também. Sei que não está nada fácil. Por isso eu te peço, volta pra mim?
A insistência é o nosso esforço, a desistência é o nosso prêmio. A este só se chega quando experimentou o poder de construir, e, apesar do gosto de poder, prefere-se a desistência. A desistência tem que ser uma escolha. Desistir é a escolha mais sagrada de uma vida. Desistir é o verdadeiro instante humano. E só está é a glória própria de minha condição. A desistência é uma revelação.
Eu sei que depois que você terminou ou se separou, parece que ficou ainda mais apaixonada por ele(a), acertei? Já expliquei porque isso acontece e o que fazer, é só clicar aqui. Você verá que eu sofri do mesmo mal 7 vezes. Sim, todas as vezes que eu rompia um namoro, eu começava a amar os meus ex mais do que tudo. Hoje sei que nossa mente, mente. Conheço os alertas do coração, do ego e do medo da solidão, e não caio mais nas armadilhas da minha própria cabeça.
Além disso, por experiência própria, posso garantir: eu só voltei com ex-namorados quando eles não se sentiam totalmente donos da situação. Quando eu ficava me humilhando, ligando e até indo de surpresa na casa deles – pasmem, eu já fui assim. Já fui a inconveniente que vai na portaria da pessoa e fica lá implorando afeto, mesmo sem ela querer me receber – ele fugia mais e mais. Quando eu sumia, por pior que eu estivesse, o mistério e a hipótese de ter me perdido de vez despertava hormônios que acabavam atraindo-a.
Expresse seus sentimentos. Livre-se do hábito de culpar o outro por tudo, o que pode deixá-lo na defensiva. É diferente falar: “Estou muito chateado por não ter visto você na festa ontem” e “Por que você não foi na festa ontem? Onde você se meteu?” Em vez de colocar o foco na outra pessoa, concentre-se em você. Seja dono dos seus sentimentos e expresse-os com honestidade na conversa. Pode parecer mais natural culpar ou acusar o outro, mas mantenha o foco em você e nos seus sentimentos.[9]
×