Mantenha as emoções sob controle. Você precisará de algum tempo para esfriar a cabeça caso se pegue começando uma briga ou ficando bravo no meio de uma discussão. Faça qualquer coisa que o acalme — talvez seja uma caminhada rápida, um pouco de música, ou um banho relaxante. Outra opção é tentar contar até dez ou fazer algumas respirações profundas — seja lá o que for, tome alguns minutos para se acalmar antes de retomar a conversa.[10]
Se você nunca ouviu falar, essa regra diz que não se pode mandar mensagem, ligar, chamar no WhatsApp ou nas redes sociais – ou seja, não pode falar com ele – durante, pelo menos, 30 dias. E antes que me perguntem de onde eu tirei isso, já adianto que foi com base em muitas pesquisas – de verdade – onde fontes sérias afirmam que sumir do mapa e deixar a pessoa sem notícias suas é FUNDAMENTAL para fazê-la voltar a te desejar.
Porém, se você não procurá-lo e não mostrar interesse em saber sobre o que ele está fazendo, a atitude pode causar um efeito contrário: ele fica intrigado e quer saber se você está chorando as pitangas ou se já esqueceu. Você não precisa se afastar para sempre, mas pelo menos no primeiro mês, tire um tempo para si. Não procure ele, não tente saber da vida dele e, se encontrar um amigo em comum, finja que está tudo bem. As notícias vão chegar para ele e a reação será pensar mais em você e se perguntar se tomou a decisão certa.
Não faça com o outro o que você não gostaria que fizessem com você. Não é à toa que essa frase é um clássico conselho. A hipocrisia de exigir algo que você não faz traz muita inconsistência pra dentro de um relacionamento. Peça, mas também faça! Ou, então, evite fazer aquilo que vai chatear o outro. A união de vocês dois precisa ser baseada em igualdade. A mancada que você dá hoje pode ser a mancada com que você sofrerá amanhã.
Quanto terminamos desejei à ele toda a felicidade do mundo, e se a felicidade dele agora é conjunta a sua, aproveite ao invés de se incomodar comigo. Se chegamos a conclusão de que deveríamos chegar ao fim do nosso relacionamento, é porque não era pra ser, não tava dando certo, não há necessidade de ser insegura dessa forma! Se estão juntos, por meses, vocês são pra ser, e como você disse na legenda de uma foto dos dois “O que Deus uniu ninguém separa”. Não, eu não quero separar vocês, quem sou eu pra tentar destruir algo que é obra do criador?
O tempo ensina, o tempo cansa, amadurece idéias, sentimentos, ameniza dores, esfria emoções, cria expectativas, estressa... mas é fato: ele não espera, ele passa. Não espere pelos outros, procure sincronizar o que lhe faz bem com as vibrações, com as pessoas e com tudo que está no seu tempo. O tempo já traz consigo todas as perdas que acumulamos ao longo da vida, não percamos mais em não viver.
Caminhamos ao encontro do amor e do desejo. Não buscamos lições, nem a amarga filosofia que se exige da grandeza. Além do sol, dos beijos e dos perfumes selvagens, tudo o mais nos parece fútil. Quando a mim, não procuro estar sozinho nesse lugar. Muitas vezes estive aqui com aqueles que amava, e discernia em seus traços o claro sorriso que neles tomava a face do amor. Deixo a outros a ordem e a medida. Domina-me por completo a grande libertinagem da natureza e do mar.
A correria da vida cotidiana muitas vezes é a grande responsável pelos problemas dos relacionamentos. Allen Wagner, terapeuta conjugal e familiar, aconselha: "Frequentemente, quando o casal começa a construir uma vida a dois, a conexão é difícil. Vocês se desdobram para cuidar da casa, da carreira e, muitas vezes, dos filhos — nesse último caso, há também a escola, as roupas das crianças, as atividades extracurriculares, as festas de aniversário, e muitas outras responsabilidades para ocupar a cabeça dos parceiros. Para completar, você também tenta cuidar da pessoa amada e de si mesmo, e lidar com tantos afazeres exige muita organização. Lembrem-se de sempre encorajar o esforço um do outro e de reservar tempo a dois, fazendo planos, sonhando e se concentrando juntos no futuro."
Pergunto-me se terei um pingo de amor-próprio porque amo um homem egocêntrico, narcisista, individualista. Características que so se tornaram evidentes depois de casarmos. Não sou perfeita mas, uma boa parte das falhas vem dele sim. Já me humilhei, já quase supliquei para que resolvessemos as coisas mas, passamos a vida a discutir e quase sempre por coisas tão banais. Ele diz que me ama mas, já não consigo sentir esse amor. Sinto-me sozinha nesta relação. Estou desesperada. Tudo o que eu mais queria era ter um casamento “normal”, ser feliz ao lado desta pessoa e senti-lo feliz ao meu lado. Estamos casados nem ha meio ano…

Você pode se casar com seu ex ou alguém do seu gosto. É a sua vida. Uma vida tão secreta e um sorriso falso não é digno de mim para ver qualquer valor disso. Sorriso falso, Promessas falsas, Falsa é tudo que me deu Falso amor. Há um pouco de traição, há pouco de dor. Sim, sua perspectiva relativa. Uma conversa aberta, um fechamento é tudo teria curado a ferida. Nós não conseguimos nada escondendo a verdade.
×